elektronik sigara e sigara - Royal honey

BOLETIM ABEP Nº 2 – OUTUBRO 2019

abepsi

 

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ENSINO DE PSICOLOGIA

BOLETIM ABEP Nº 2 – OUTUBRO 2019

 

 

Estimada(o)s Associada(o)s, por meio deste boletim informamos as atividades e ações da ABEP, onde se destacam:

 

REUNIÃO COM A COMISSÃO DO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO (CNE) RESPONSÁVEL PELAS DIRETRIZES CURRICULARES NACIONAIS (DCN) PARA OS CURSOS DE PSICOLOGIA

 

Realizou-se no dia 08/10/2016, no CNE, em Brasília, reunião entre os representantes das entidades da Psicologia no processo de revisão das DCN, Iraní Tomiatto de Oliveira, Raquel Guzzo e Virgílio Bastos e os membros da Comissão da Câmara de Educação Superior (CES)/CNE que trata das Diretrizes Curriculares Nacionais de Psicologia, incluindo o relator, conselheiro Luiz Curi, presidente do CNE, e a correlatora, conselheira Marília Ancona-Lopez. A reunião teve o objetivo de discutir inúmeros aspectos do texto, que haviam sido alterados pela Comissão e, em resposta, foram objeto de questionamentos e reivindicações por parte dos representantes das entidades.

Consideramos que vários desses aspectos são imprescindíveis para garantir uma formação de qualidade como, por exemplo, a carga horária total do curso, as condições e características dos estágios obrigatórios e o Trabalho de Conclusão de Curso.

A reunião transcorreu de forma produtiva, com a maior parte das solicitações enviadas sendo aceitas pela Comissão. O texto passará a seguir por uma revisão, a partir do que foi acordado, e a etapa seguinte será a da Consulta Pública, em data a ser definida pelo CNE.

 

ATIVIDADES DA ABEP EM SETEMBRO E OUTUBRO DE 2019

Encontro sobre Formação Profissional da Área da Saúde

 

Aconteceu em Brasília, nos dias 18 e 19/09/2019, o Encontro sobre Formação Profissional da Área da Saúde, promovido pelo Fórum dos Conselhos Federais da Área da Saúde. A convite do CFP, a colaboradora da ABEP Iraní Tomiatto de Oliveira participou do evento, ao lado das conselheiras Marisa Helena Alves, Regina Lúcia Sucupira Pedroza e Júnia Maria Campos Lara.

Temas extremamente relevantes para a formação profissional foram apresentados e discutidos: avaliação dos cursos, em especial as realizadas pela Comissão Intersetorial de Recursos Humanos e Relações de Trabalho do Conselho Nacional de Saúde (CIRHRT/CNS) e por alguns Conselhos Profissionais, com caráter consultivo para os órgãos reguladores do MEC.

As avaliações dos Conselhos têm por base o Termo de Cooperação assinado com o MEC, a partir do Decreto 5773/2006, e as realizadas pela CIRHRT/CNS se referem aos cursos de Medicina, Odontologia, Enfermagem e Psicologia. Verificou-se que, muitas vezes, os pareceres dos Conselhos Profissionais, assim como os aprovados pelo CNS, não são levados em conta na emissão do parecer final pela Secretaria de Regulação e Supervisão da Educação Superior (SERES). Esse é um dos motivos pelos quais deliberou-se pela formação de uma comissão para estudar o assunto, rever o Termo de Cooperação e seu papel no processo, e ampliá-lo para todos os cursos.

Outro dos assuntos que foram temas do evento foi o do ensino a distância (EaD) na graduação dos profissionais das áreas da saúde. A questão central discutida, a partir da apresentação de muitos dados, em especial pelos Conselhos de Farmácia e Enfermagem, foi que não se trata sequer de uma formação a distância, já em si inadmissível nas graduações da área da saúde, mas trata-se de uma não formação: um crescimento descontrolado do número de vagas, que ultrapassam o número de um milhão abertas apenas para cursos da área da saúde, sem nenhuma garantia sobre a qualidade dos cursos, em especial no que se refere a atividades práticas e estágios.

Uma vez que as atividades práticas dos cursos da área da saúde compõem, em média, 60% da carga horária total (incluindo práticas e estágios) e a legislação só permite, para os cursos com EaD, um máximo de 30% de atividades presenciais, é numericamente impossível atender às DCN e à legislação sobre EaD.

É preciso ainda atenção para o fato de que, na legislação, não existe a figura do curso “semipresencial”, nem do “híbrido”, termos utilizados na publicidade de muitas IES; além disso, o anúncio de cursos da saúde integralmente em EaD, vistos com frequência na publicidade, não atende a legislação, que estabelece obrigatoriedade de diversas atividades, tais como práticas e estágios, na modalidade presencial.

Refletiu-se ainda sobre o fato de que a expansão do EaD e a desregulamentação do ensino levarão a uma grande restrição do campo de trabalho dos professores e a uma queda na qualidade e no número de interessados em pós-graduação.

Entre as conclusões do evento, destaca-se que é necessário adotar medidas, de maneira mais pró-ativa, contra o processo de precarização do ensino superior, e que irão compor a “Operação EaD do FCFAS” (Fórum dos Conselhos Federais da Área da Saúde). Entre elas, uma grande campanha publicitária de esclarecimento à população, o encaminhamento de denúncias documentadas de irregularidades ao Ministério Público, construção de uma agenda política e jurídica sobre o tema, ampliação da avaliação de cursos pelo CNS/CIRHRT para todos os cursos da saúde, estabelecimento de políticas de qualificação da formação presencial, muitas vezes, também, precarizada e o envolvimento das associações de ensino, ao lado dos Conselhos Federais, em todas essas ações.

As residências médica, multiprofissional e em área profissional da saúde, também, foram tema do evento, reiterando-se a presente inatividade das Comissões, que não tiveram seus membros nomeados, e as grandes dificuldades encontradas pelos residentes em relação às suas condições de educação em serviço/trabalho (carga horária excessiva, ausência de direitos e desorganização dos processos).

 

Diretores da ABEP participam do Congresso da ALFEPSI

A Presidenta da ABEP Ângela Soligo, os diretores Eliz Marine Wiggers e Lázaro Edson de Souza, e a colaboradora da ABEP Sônia Marai Lemos participaram do Encontro da Associación Lationamericana para la Formación y Ensinãnza de la Psicología – ALFEPSI, que aconteceu de 02 a 05 de outubro de 2019 em Medellín, na Colômbia.

Ângela Soligo, na condição de presidente da ALFEPSI, fez o discurso de abertura do Congresso enfatizando a relevância da autonomia do ensino nos contextos educativos, e também enfatizando um cuidado sensível com as minorias, com as questões étnicas, raciais e de gênero, e pedindo atenção para as especificidades dos povos latinoamericanos.

Eliz Marine Wiggers apresentou dados do Brasil de uma pesquisa piloto realizada com egressos de Psicologia, e também realizada na Argentina, no Chile, no Perú, no México, e na Colômbia, sendo possível perceber as especificidades dos países quanto à formação, bem como compreender como tem acontecido a inserção no mercado de trabalho, e em que contextos.

Lázaro Edson de Souza participou de uma reunião de estudantes de diferentes países e que estavam presentes no Congresso, bem como participou de uma mesa redonda com estudantes do Chile e da Colômbia enfatizando como ocorreu seu processo de formação em Psicologia. Já Sônia Maria Lemos apresentou uma conferência sobre saúde mental como direito humano, sensibilizando a participação dos presentes.

 

ATIVIDADES DOS NÚCLEOS REGIONAIS DA ABEP

 

          Este espaço do BOLETIM ABEP é dedicado às atividades dos Núcleos Regionais da ABEP que estão distribuídos nos diversos Estados do país. Se você tem uma notícia que ocorreu regionalmente e queira compartilhar, encaminhe para abep@abepsi.org.br

          Os Núcleos Regionais da ABEP são o espaço de referência para dúvidas e eventos relativos ao Ensino de Psicologia no Estado. Saiba quais são os Núcleos Regionais da ABEP acessando: http://www.abepsi.org.br/o-que-e-abep/nucleos/

 

 

 

Encontro Regional de Ensino de Psicologia é promovido pelo Núcleo da ABEP de Santa Catarina

O Núcleo Regional da ABEP/SC promoveu, no dia 28 de setembro de 2019, o IV Encontro Regional de Ensino de Psicologia, que ocorreu na Faculdade Guilherme Guimbala, em Joinville – SC. O Encontro teve como tema “A formação em Psicologia e os desafios frente à saúde de docentes e discentes”. A programação contou com uma conferência em que se abordou o tema do Encontro, três mesas redonda, e reuniões de diálogo e troca de experiências com docentes, psicóloga(o)s, coordenadores de curso e estudantes. Na assembleia final do Encontro foram apresentados os integrantes da nova gestão do Núcleo Regional da ABEP/SC, eleitos nas reuniões dos diversos atores da formação em Psicologia. O Encontro gerou potentes diálogos, e possibilitou a ampla compreensão da importância do Núcleo Regional da ABEP/SC.

 

EVENTOS DA FORMAÇÃO EM PSICOLOGIA

Ocorreu no dia 05 de outubro de 2019, na Universidade Municipal de São Caetano do Sul – USCS – Campus Centro, em São Caetano do Sul – SP, o I Simpósio de Psicologia e Crítica do Grande ABC, com o tema “A importância das práticas críticas em tempos de resistência”. Nesta oportunidade foi lançada a 2ª edição da Revista Psicologia em Movimento em que está publicado um artigo de autoria da diretora da ABEP Eliz Marine Wiggers, e da colaboradora da ABEP, Sônia Maria Lemos, que conta a história da ABEP, e que recebe como título “ABEP: Uma história apaixonada pelo Ensino de Psicologia”. Na 1ª edição desta revista está publicado um artigo de Ângela Soligo sobre formação em Psicologia. As edições da revista Psicologia em Movimento pode ser acessada em: www.ipac.com.br/revista

 

 

 

Caros associados, em breve entraremos em contato novamente com novas informações relevantes à formação e ao ensino de Psicologia. Contamos com vocês Para Cuidar da Formação!

 

face

 

http://www.abepsi.org.br/abep-e-voce/

 

 

Esta entrada foi publicada em Sem categoria. Adicione o link permanente aos seus favoritos.